quinta-feira, fevereiro 12, 2009

Movimento



Sobre a calha e o telhado
a chuva
sonora, visível
tranquila
discursa sobre algo

O branco, o cinza, o chumbo
nada é mais belo
que as árvore, e
imprimem movimento
paradas
cercando o firmamento

branca
cinza
amarela

Que a fome me
ataque
que a morte me
cerque
Mas eu nunca deixe
a Vida

Escorrer, parada, sem dançar
nas calhas do tempo.

...
Ricardo F. Silva
"Nuwanda"

Um comentário:

Lucas de Oliveira disse...

Não anda, Nuwanda... Anda a dor do dever daixado pra depois.

(( Há mais de mim em ti do que eu pensava! Amo você, irmão!))