quarta-feira, fevereiro 25, 2009

Capuccinear



Capuccino da Alameda Santos
que saudade Anderson!
A fumaça no ar
A leveza, do falar

Queria te tomar por filho
O Lucas também
Esse nunca será médico
a poesia lhe cai bem

O café mais negro
Profundo
Aos vossos lados
sempre desfrutar

Que os anos sejam piedosos
Amigos!
Não falte poesia, arte, cristianismo
para juntos, questionar.

Ricardo F.
20-02-2009

3 comentários:

Lucas de Oliveira disse...

Amém!

Luciano disse...

O melhor capuccino que já tomei em 26 anos!
Com uma cigarrilha de laranja faz a combinação perfeita.

Anderson disse...

Oxalá mais capuccino,fumaças e devaneios,possamos trocar!