sábado, março 29, 2008



é leve.
é como voar.
saber se estar vivo.
entre pesos.
é mágica.
é poder mas que todos poderes.

é viver.
sem saber.

é saber não viver.

é fingir voar.

perder-se em si, ou perder-se no mundo.
é desespero.
é perda.
e estar só na maior coerência do ir e vir,
é loucura?

nunca estamos tão fortes, nunca somos tão fracos
quando temos o objeto,
quando ele se afasta...

inventados por si, pra ser só estética
se nos da asas somos
grandes achados voadores
indo pra lugar nenhum
somos iguais.

"Estou falando daquela modalidade de vida que faz do amor o centro de tudo..."
Freud- o mal estar na civilização (1930)

é Freud.
eu também.
:p

2 comentários:

♕deliriuum ƒreakyΨ disse...

e nesse mar de nuvens no chãoonde podemos e perdemos-nos encontramos sempre boas aprcerias , amor infundado que toma poder sem poder ter algum mas que no mais repente que momento se torna algo indiscriminável de suam beleza relevante aos montes e desprovido de invisibilidade aos olhos!! sei bem do que falas meu amigo ... sei bem o que sentes tbm .. pois tbm sou assim demasiadamente humano e sarcasticamente "sentidor"!!

sempre bom ver o que vc escreve!
\0/

lottery results disse...

It enables us to express our feelings and opinions.